O HORROR #2: I Have No Mouth and I Must Scream

E continuando com a mini-série em homenagem ao Halloween, o jogo de terror mais ou menos obscuro dessa vez é o Point and Click (Se segurem que o nome é longo e bizarro): “I Have No Mouth, and I Must Scream”, o que traduzindo dá mais ou menos “Eu não tenho boca e preciso gritar”. Daí você já consegue tirar uma ideia do nível da história.

Assim como Dark Corners of the Earth, esse jogo também é baseado na obra de um escritor, dessa vez, um conto homônimo de Harlan Ellison  publicado em 1967! Enquanto o game foi lançado pra PC em 1995.

A premissa dos 2 é a mesma, em um futuro distante (calcule o que isso significa na década de 60) três superpotências construíram supercomputadores chamados de AM, ou Allied Mastercomputer, capazes de manter a guerra de uma forma muito mais eficiente que qualquer ser humano. Porém um deles se torna consciente, absorve os outros 2 e acaba com a guerra de uma vez, levando toda a humanidade junta no processo.

Porém, apesar de AM ser imortal e capaz de praticamente qualquer coisa, ele está preso ao subterrâneo onde foi construído, e odeia isso. Para descontar esse ódio, ele mantém 5 pessoas vivas, 4 homens e uma mulher, e os tortura durante 109 anos. (Sim, é muito ódio).

Uma curiosidade: AM é dublado pelo próprio Harlan, o autor da história

É aí que o jogo começa, você deve jogar com todos os 5 personagens: Gorrister, Benny, Ted, Ellen e Nimdok, sendo que cada um deles tem um cenário específico criado por AM. O terror aqui não vem de sustos ou monstros estranhos (apesar de existirem alguns), mas mais pelo clima sombrio, e o uso de alguns temas bem adultos, como por exemplo, o motivo do medo de Ellen da cor amarela.

A jogabilidade é padrão dos point and clicks antigos, com botões ações como Talk to, Use, Take e Give, que você usa junto com os itens do seu inventário ou do cenário.

A partir do momento que o jogo começa, a história se torna totalmente diferente da narrada no conto, o que faz com que exista uma certa liberdade de escolha para suas ações, sendo que cada um dos personagens pode se tornar bons ou maus durante a narrativa, e isso fica visível na imagem dele no canto da tela.

Ao todo existem 4 finais possíveis, mas eles não dependem apenas da índole dos personagens, e quando você chega perto do fim, as coisas podem ficar um pouco confusas em relação ao que deve ser feito.

Se você não é muito fã do gênero, provavelmente não vai morrer de amores por “I Have No Mouth”, o ritmo dele é um tanto lento, e nem todos os puzzles são muito lógicos, as vezes você precisa tentar algumas coisas às cegas pra seguir em frente. Mas ainda assim, o jogo vale a pena, e merece ser lembrado por seu clima diferente e sinistro, além de ter uma história surpreendente, com algumas supresas (não necessariamente boas) garantidas pelo caminho. Atualmente o jogo está disponível no gog.com por U$5.99

Para o QuestGamer

Assinar Blog por Email

Digite seu e-mail e pronto :)

Assinar o podcast